Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
E se...?!
17/06/2019 E se eu parar de fumar, como evitar uma recaída?

Grande parte dos fumantes sabe a importância de largar o cigarro e deseja, sinceramente, fazer isso. Mas para além da consciência e da vontade, não é uma decisão fácil de se colocar em prática. Mas se o primeiro passo é difícil, seguir a caminhada também é. As recaídas podem, mais do que atrapalhar, fazer mal à saúde.

E se eu parar de fumar, como evitar uma recaída?

São vários os gatilhos que trazem a vontade de fumar novamente: estresse, café, álcool, bebida, festas sociais. Como, então, lidar com tudo isso e evitar que as recaídas aconteçam? Primeiro, é fundamental o apoio de amigos, familiares e, quando necessário, da ajuda de um profissional de saúde. Afinal, estamos falando de uma doença crônica causada pela dependência à nicotina, o tabagismo.

Mas além de apoio, o que pode ser feito, na prática para evitar as recaída? Confira algumas dicas do Blog da Saúde, do Ministério da Saúde:

O que fazer nas primeiras semanas sem o cigarro?

A interrupção do hábito de fumar pode trazer um desconforto, mas é importante entender que as dificuldades são transitórias. São necessários alguns dias para a desintoxicação, para o corpo, o cérebro e a memória entenderem uma nova informação. De modo geral, nas três primeiras semanas os sintomas desconfortáveis estarão mais presentes.

Principalmente neste período é bom evitar bebidas, porque normalmente as pessoas que fumam associam a bebida ao cigarro. Já quem tem o hábito de tomar muito café junto com cigarro também deve evitar nas primeiras semanas. Se tomar, que seja em locais em que não é permitido ou que não se possa fumar.

Alimentação ajuda?

Uma boa dica é beber muita água e comer bastante frutas. As frutas ajudam a reduzir a dependência de nicotina, gera maior sensação de saciedade e substitui o sabor do tabaco.

E o risco de engordar?

A alteração no peso pode ocorrer, mas está relacionada ao fato de a pessoa ficar mais ansiosa quando deixa de fumar. Esse é um aspecto esperado nos primeiros meses do processo de adaptação. Depois desse primeiro período, a perda de peso vai acontecer na medida em que a ansiedade também for diminuindo.

Durante o tratamento, o tabagista é orientado a evitar alimentos mais calóricos, mas a recomendação é de que não se faça dieta nesse primeiro momento, para não ser privado de duas coisas, o que poderia estressá-lo de maneira importante e comprometer o seu objetivo de parar de fumar.

Exercício físico é um bom aliado?

Sim. Realizar atividades físicas como parte da rotina diária promove um equilíbrio dos níveis de hormônios, dando uma sensação de prazer. A recomendação é que a atividade seja realizada pelo menos 30 minutos de atividade física por dia.

Fonte: Ministério da Saúde

continue lendo
Telefones úteis