Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Alimentação
25/02/2019 Como evitar problemas com alimentos contaminados

Você comeu alguma coisa e... Não caiu bem. Pode ser só isso mesmo, mas indisposição e mal estar pode ser também sinal de ingestão de alimentos e água contaminados. Em geral, a ingestão de algo contaminado causa sintomas geralmente gástricos, como náuseas, vômitos, diarreia e dor abdominal. Em casos mais graves, os sintomas vão além, atingem o sistema neurológico e o fígado, por exemplo. A boa notícia é que estes problemas são preveníveis com medidas simples podem ser tomadas no dia-a-dia.

Como evitar problemas com alimentos contaminados

Na maioria das vezes os alimentos e a água contaminados se autodenunciam com odor, gosto ou até a aparência, com a cor alterada. No entanto, os grandes vilões são aqueles que não aparentam estar estragados. Para evitar a contaminação há algumas dicas:

• Só beba água potável

• Cuide da higiene pessoal, lavando bem as mãos antes de manipular e consumir alimentos

• Cheque a temperatura em que os alimentos estão sendo conservados, especialmente as carnes e os produtos lácteos

• Siga as orientações de embalagens sobre a validade, o armazenamento e o consumo de alimentos industrializados

• Cozinhe bem carnes, para não as consumir com aspecto cru

• Consuma apenas leite e derivados pasteurizados ou fervidos

• Evite comer frutos do mar crus

• Proteja os alimentos do contato com insetos e outros animais, especialmente roedores

• Ao se alimentar fora de casa, observe a conservação dos alimentos (refrigerados ou aquecidos) e a higiene do local e de quem está preparando e/ou servindo

Tratamento

Os sintomas de doenças transmitidas por alimentos costumam durar aproximadamente três dias. Depois disso, é indispensável que a pessoa contaminada procure o atendimento médico. Pessoas que apresentam além dos sintomas gástricos, como tontura, sangue nas fezes e urina com coloração diferente do habitual, devem ir aos serviços de saúde imediatamente, pois, é necessário suporte especializado ao paciente. O tratamento é baseado na hidratação correta para a reposição dos minerais perdidos, além da alimentação saudável..

Fonte: Ministério da Saúde

continue lendo
Telefones úteis