Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Cuide da sua mente
01/10/2018 Felicidade sim!

Viver bem, envelhecer bem. Quem não quer isso, não é mesmo? Para conseguir, sabemos, é importante cuidar da alimentação, manter uma atividade física, exercitar a mente... Mas para além dos cuidados com o corpo, viver e envelhecer bem é, também, buscar, encontrar, valorizar e cultivar aquilo que nos faz feliz. Felicidade sim!

Felicidade sim!

Envelhecimento ativo é um termo criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) com o objetivo de fazer com que as pessoas percebam o seu potencial para o bem-estar físico, social e mental ao longo do curso da vida. Para colocar isso em prática, a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia da várias dicas que passam, obviamente por cuidados físicos, mas vão além.

Uma destas dicas é: “procure eliminar tensões e estresse organizando melhor a vida, fugindo dos problemas, sendo alegre e tolerante, dividindo responsabilidades, sendo otimista e tendo amor próprio”. Outra: “valorize você mesmo e evite, sempre que possível, fazer o que não gosta. Ao contrário, procure fazer o que gosta”.

São ou não são dicas que apontam para a importância da busca por aquilo que nos faz feliz? Mas como felicidade é algo tão importante quanto individual, aproveitamos o Dia Nacional do Idoso e o Dia Internacional da Terceira Idade – celebrados em 1º de outubro – para perguntar: o que faz você feliz?

“Ser feliz é estar com saúde e ter qualidade de vida”, diz Maria do Carmo Haddad, de 64 anos. Para o marido dela, Mounir Elias Haddad, de 77 anos, “ser feliz é ter saúde e estar ao lado de nossos filhos e netos”.

Já para Antonio Raymundo Simões, de 79 anos, a felicidade está ligada a algo que nós e o mundo andamos carentes: paz. “Felicidade na terceira idade é estar em paz com Deus e com os homens”, afirma ele.

Aos 68 anos, Ana Maria da Silva Simões acredita que a felicidade está na jovialidade. “Felicidade é não acreditar na idade e ter o espírito tão jovem quanto ontem”, indica.

Maria Virginia Pires, de 76 anos, encontra a felicidade em sua própria trajetória. “Para mim, felicidade na terceira idade é poder olhar para trás e ver o que eu consegui construir”, define.

E você, o que faz você feliz?

continue lendo
Telefones úteis