Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Atitude saudável
11/06/2018 Copa do Mundo: como torcer de forma saudável

Algumas ruas já estão decoradas, você talvez já tenha comprado uma camisa verde e amarela e deve estar pensando em como se organizar para assistir. Afinal, falta pouco para a Copa do Mundo. O jogo de abertura será no próximo dia 14 e a Seleção Brasileira estreia dia 17 de junho. Na torcida pelo hexa vale encontrar os amigos e fazer festa, mas como, em meio a tanta euforia, preservar a saúde?

Copa do Mundo: como torcer de forma saudável

Um ponto importante diz respeito às comidas e bebidas. Como assistir a um jogo sem beliscar e bebericar, não é mesmo? Tudo bem, você pode fazer isso, mas lembre-se que alimentos leves são a melhor opção. E a cerveja? Para alguns, futebol tem que ser com cerveja. Tudo bem também, mas se for beber, que não seja em excesso. Vale lembrar que os efeitos do consumo exagerado de bebida alcoólica são prejudiciais não apenas para quem o consome, já que é alto o risco de acidentes de trânsito.

Sexo seguro

Festa, comemoração – esperamos que tenhamos muitos motivos para comemoração! – e aí... Vai que rola algo mais, né? Se rolar, não esqueça de se proteger. Sim, estamos falando de sexo e de camisinha!

Mas se a camisinha estourar ou se acontecer algum outro imprevisto que você julgar ter lhe exposto Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), procure a Profilaxia Pós-Infecção ao HIV (PEP) nas primeiras 72 horas de exposição. A medicação está disponível em Unidades Básicas de Saúde e deve ser utilizada por 28 dias. Aqueles que fazem uso da Profilaxia Pré-Exposição (PrEP), precisam manter o uso contínuo para evitar possíveis infecções.

Vacinas em dia

Manter a caderneta de vacinação em dia é outro cuidado necessário. Isso porque o vai-e-vem de brasileiros entre Europa e Brasil pode ser um meio para que agentes causadores de doenças - como vírus e bactérias - transitem no país.

Sendo assim, doenças que já foram eliminadas, como sarampo e a poliomielite, encontram portas de entrada em pessoas não imunizadas. O resultado são surtos que colocam em risco toda a população brasileira. Por isso, é importante manter o sistema imunológico alerta por meio da vacinação. Você pode atualizar o calendário em qualquer momento do ano. Basta procurar uma Unidade Básica de Saúde.

continue lendo
Telefones úteis