Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Atitude saudável
13/11/2017 Halitose: conheça as causas e como tratar

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 40% da população mundial é acometida pela halitose, popularmente conhecida como mau hálito. Apesar de não ser propriamente uma doença, o mau hálito é causado por questões da cavidade bucal, como as doenças da gengiva (gengivite ou periodontite) e a saburra lingual (língua branca).

A boa notícia é que uma das formas de evitar a halitose é manter a higiene bucal em dia. Não deixar de usar fio dental e escovar os dentes e a língua, ter uma dieta balanceada, controlar o estresse, evitar o jejum prolongado e ir ao dentista regularmente são maneiras de impedir o surgimento do mau hálito.

Outros fatores contribuem para o surgimento do incômodo como cáseos amigdalianos (aqueles círculos brancos na garganta), diabetes não compensado, hipoglicemia e alterações hepáticas ou intestinais. Quando há estresse excessivo por doenças autoimunes e por medicações que apresentam como efeito colateral a diminuição da saliva, há maior chance da formação da saburra lingual e dos cáseos amigdalianos.

Principais causas da halitose

- Cárie e má higiene bucal

- Doenças respiratórias (sinusite e amidalite)

- Doenças digestivas (erupção gástrica, dispepsia, neoplasias e úlcera)

- Doenças de origens metabólicas e sistêmica (diabetes e enfermidades febris, alterações hormonais e estresse)

continue lendo
Telefones úteis