Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Campanha de vacinação contra a poliomielite começa nesta segunda (27/05) 25/05/2024 Campanha de vacinação contra a poliomielite começa nesta segunda (27/05) Público-alvo são crianças de um a quatro anos de idade, mesmo com esquema vacinal completo
A campanha de vacinação contra poliomielite começa nesta segunda-feira (27/05) no estado do Rio de Janeiro. Os 92 municípios receberão 320 mil doses da vacina, o que corresponde a primeira parcela de um total de 640 mil doses. O público-alvo da vacinação são crianças de um a quatro anos de idade, mesmo com o esquema vacinal completo.
 
No estado do Rio de Janeiro, em 2022, apenas 58,89% de crianças menores de um ano foram imunizadas contra a doença. Em  2023, houve um avanço, com  70,43% de cobertura vacinal.
 
“Apesar de ter sido considerada erradicada no país há duas décadas, a poliomielite ainda preocupa a todos, principalmente, pela cobertura vacinal de muitos estados, como o Rio de Janeiro, estar abaixo da meta de 95% e estarem surgindo novos casos da doença em alguns países, aumentando o nosso risco de importação endêmica. Por isso, incentivamos ainda mais a vacinação para melhorarmos a cobertura vacinal de anos anteriores, como 2022 e 2023, e assim chegarmos à meta desejada", destacou a secretária de estado de Saúde, Claudia Mello. 
 
A poliomielite é uma doença grave, que tem como característica um quadro de paralisia flácida causada pelo poliovírus selvagem (PVS) tipos 1, 2 ou 3, geralmente afetando membros inferiores, de forma irreversível. Desde 1994, a doença é considerada erradicada no Brasil. No entanto, apenas neste ano, de janeiro a abril, 13 casos foram confirmados em países como Afeganistão e Paquistão. 
 
A realização da campanha neste momento é de extrema importância, já que o país se encontra em processo de transição para a substituição das duas doses de reforço da vacina oral poliomielite (VOP), a famosa gotinha, para um reforço com vacina inativada poliomielite (VIP).  Segundo o Ministério da Saúde, essa medida será adotada no segundo semestre de 2024, quando o esquema vacinal e a dose de reforço serão feitos exclusivamente com VIP.
Telefones úteis