Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
SES-RJ inicia ampliação das salas de hidratação das UPAs estaduais 22/02/2024 SES-RJ inicia ampliação das salas de hidratação das UPAs estaduais Secretária estadual, Claudia Mello, visitou nesta quinta (22) algumas das 11 unidades que serão beneficiadas; a previsão é de que todas recebam poltronas e insumos até esta sexta-feira (23)

Onze das 27 UPAs da rede estadual de saúde começaram a receber, nesta quinta-feira (22.02), equipamentos para ampliação de suas salas de hidratação. Durante a manhã, a secretária de Estado de Saúde, Claudia Mello, visitou as unidades de Marechal Hermes, Engenho Novo e Botafogo, que já receberam os kits (com poltronas e longarinas) para ampliação do atendimento. Além dessas, também terão salas ampliadas as UPAs de Jacarepaguá, Bangu, Campo Grande 1, Santa Cruz, Irajá, Ricardo de Albuquerque, Nova Iguaçu I e Realengo.

Cada uma das 11 unidades está recebendo cinco poltronas, além de insumos, medicamentos e outros equipamentos. Com esse conjunto, é possível atender em média 50 pessoas por dia a mais do que já vinham sendo atendidas. A previsão é de que até o fim desta sexta-feira (23/02) todos os novos equipamentos estejam instalados. As 27 UPAS da rede estadual de saúde possuem salas de hidratação – também conhecidas como salas de hipodermia – mas estas 11 receberão ampliação por terem registrado aumento nos atendimentos a pacientes com dengue.

"Essa é uma medida ainda preventiva para um cenário com fluxo de atendimento mais intenso, o que ainda não notamos na nossa rede", pontuou a secretária, durante a vistoria das salas de Marechal Hermes e no Engenho Novo, já em funcionamento.

A SES-RJ constatou que os atendimentos suspeitos de dengue nas UPAS estaduais tiveram aumento significativo durante três semanas consecutivas. Na Semana Epidemiológica 5 (SE 5), que compreende o período de 28/01/2024 a 03/02/2024, foram feitos 5.631 atendimentos; na SE 6 (de 04/02 a 10/02) foram 8.411; e na SE 7 (11/02 a 17/02) foram 9.348 atendimentos.

"A principal estratégia para minimizar o número de casos graves e óbitos é um manejo clínico rápido e adequado. Por isso, as salas de hidratação funcionam como importante ferramenta para monitoramento dos pacientes e realização do tratamento", afirma a secretária.

A ampliação das salas de hidratação é parte da segunda etapa do Plano Estadual de Combate à Dengue, anunciado na quarta-feira (21.02) pelo governador Cláudio Castro e pela secretária Claudia Mello. Nesta quinta-feira (22/02), foi publicado no Diário Oficial o Decreto 48.969, que reconhece a situação de epidemia de dengue no estado do Rio de Janeiro. De acordo com o boletim Panorama da Dengue semanal, produzido pela Secretaria de Estado de Saúde, por meio do Centro de Inteligência em Saúde (CIS), o estado do Rio registrou 59.162 casos prováveis da doença, com 4 óbitos confirmados. A taxa de incidência, agora, está em 368 casos por 100 mil habitantes.

Telefones úteis