Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Febre Maculosa e Influenza Aviária foram os assuntos de destaque em saúde na última semana 24/07/2023 Febre Maculosa e Influenza Aviária foram os assuntos de destaque em saúde na última semana Levantamento foi extraído pelo Painel de Rumores do novo Centro de Inteligência em Saúde da SES-RJ

O Centro de Inteligência em Saúde (CIS-RJ) da Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ) identificou, através do Painel de Rumores, que febre maculosa e influenza aviária foram os assuntos mais capturados da última semana. O painel digital para registro dos rumores capturados é uma  iniciativa pioneira em Vigilância Epidemiológica, e detectou 38 notícias em saúde entre os dias 15 e 21 de julho. Desse total, cinco foram relacionados à influenza aviária e três à febre maculosa. Assuntos como chuvas, terremotos e ciclone também foram observados.

O Painel de Rumores da SES-RJ usa duas ferramentas para monitoramento de assuntos na internet, o Google Alerta e o EIOS, da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). A partir disso, é inserido um filtro para rastrear doenças de interesse em saúde pública e os nomes dos 92 municípios fluminenses. Desta forma, técnicos do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) da Secretaria realizam uma triagem inicial para verificar se as notícias capturadas pelas ferramentas são verdadeiras. Nenhuma notícia falsa foi identificada até o momento. 

Doença de notificação compulsória, ou seja, todo caso a partir de sua suspeita precisa ser obrigatoriamente informado às autoridades estaduais, a febre maculosa possui um painel exclusivo de monitoramento epidemiológico da SES-RJ. Até o momento, quatro casos da doença, dois em Itaperuna, um em Barra Mansa e um em Angra dos Reis, e dois óbitos, ambos em Itaperuna, foram confirmados.
Destaque da semana, a influenza aviária é outro agravo que conta com monitoramento da secretaria através do CIS com rastreamento dos focos da doença no território do Rio de Janeiro. Até o momento, apenas casos em aves foram confirmados e seis casos em humanos foram descartados.

Telefones úteis