Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
SES participa de oficina sobre combate à violência sexual  contra menores 31/05/2019 SES participa de oficina sobre combate à violência sexual contra menores Evento promoveu grande debate entre secretarias estaduais, municípios e movimentos sociais

Como prevenir, identificar e proteger crianças e adolescentes vítimas de violência sexual: esse foi o tema do encontro promovido pelo Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedeca) nesta semana. A Oficina Estadual de Monitoramento do Plano de Enfrentamento da Violência Sexual Contra Criança e Adolescente reuniu secretarias estaduais, municípios e movimentos sociais em um dia inteiro de troca de dados e debate.

No encontro, a SES esteve representada pela coordenadora Estadual de Saúde do Adolescente e do Programa Saúde na Escola (PSE), Bárbara Salvaterra, que expôs como o projeto acolhe estudantes vítimas de bullying e outros abusos, e lida com as demandas de secretarias municipais por enfrentamento à violência e prevenção do suicídio, que é uma das principais causas de mortalidade infantojuvenil, e muitas vezes está relacionado à violência sexual.

Bárbara também descreveu as competências da SES em situações de violência sexual contra menores, e o que tem sido feito ou será feito este ano pela causa. Ela adiantou que o protocolo de atendimento a vítimas de violência sexual foi atualizado: agora elas são classificadas como laranja, com um acolhimento diferenciado por todos os funcionários das unidades de saúde, desde a recepção até a liberação.

A coordenadora do PSE destacou ainda a criação do Núcleo Estadual de Violências e Saúde, e a implementação de duas salas de atendimento especializado multidisciplinar nos hospitais estaduais Adão Pereira Nunes e Alberto Torres, por determinação do Ministério Público Estadual.

"Temos que unificar nossas frentes de trabalho e criar um plano estadual de enfrentamento a todas as formas de violência contra crianças e adolescentes. Uma ação conjunta, de fato intersetorial, pactuada com diversos atores sociais e institucionais", apontou Bárbara, aos presentes, como uma das medidas primordiais para combate de abusos de menores.

Além da SES, palestraram na oficina representantes da Cedeca-RJ, Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), Conselho Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedca-RJ), Ministério Público Estadual (MPRJ), Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH), Instituto de Segurança Pública (ISP-RJ) e Fundação para a Infância e Adolescência (FIA).

Quer ver mais conteúdos em Notícias?
Telefones úteis