Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
SES inicia ação de bloqueio contra a febre amarela na Central do Brasil 19/02/2019 SES inicia ação de bloqueio contra a febre amarela na Central do Brasil Posto já vacinou 412 pessoas e conta com a parceria da SuperVia

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) abriu na segunda-feira (18/02), na Central do Brasil, a ação de bloqueio contra a febre amarela no Rio de Janeiro. O posto, que vai atender a população até o dia 21, aplicou, em dois dias, a vacina padrão em 412 pessoas. A SES tem como objetivo vacinar 4 milhões de pessoas e alcançar a cobertura vacinal de 95% do público-alvo. Até o momento já foram imunizados cerca de 11 milhões de pessoas, o que representa a 73% da meta.

Localizado na entrada “C” da Central, o posto funcionou nesta terça-feira com 12 profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, que imunizaram a população. O Corpo de Bombeiros participou da vacinação com profissionais, além da SuperVia que é parceira da SES na campanha contra a febre amarela.

O subsecretário de Vigilância em Saúde, Alexandre Chieppe, disse que a vacina leva 10 dias para fazer efeito.

– É importante se planejar e respeitar o tempo de resposta da vacina, principalmente se a pessoa vai para área de mata ou de floresta – explicou Chieppe.

Luiz Carlos da Silva, de 71 anos, aproveitou a vacinação para receber a dose e ficar protegido contra a doença.

– Vou viajar em março para Minas Gerais e resolvi tomar a vacinar para ficar despreocupado, disse o morador de Bento Ribeiro.

O motivo que levou Carmem Puente, moradora de Niterói, a se imunizar foi evitar o contágio da doença por residir próxima a uma área de risco.

– Sei que a vacina é a única forma de prevenção. Por isso, recebi a dose para ficar tranquila – falou a administradora, de 61 anos.

Depois da Central do Brasil, a SES montará um posto de vacinação fixo na Praça XV. Ele fará atendimento à população do dia 25 ao dia 28 de fevereiro. Em março, as ações de vacinação serão ampliadas com os postos fixos na Central do Brasil e na Praça XV, e os volantes: Calçadão de Nova Iguaçu, Bangu, Alcântara, Ceasa, Rodoviária Novo Rio, entre outros. Ao todo, serão 35 postos de vacinação espalhados pelo estado, com vacinação até o dia 30 de maio.

A vacina tem restrições para alguns grupos. Ela não é indicada a bebês menores de 9 meses, pessoas com contraindicações especiais (pacientes imunodeprimidos, com doenças hematológicas graves, entre outras) e grávidas.


Os principais sintomas da febre amarela são dor de cabeça, febre, amarelamento da pele, dores musculares e articulares, náuseas, indisposição, entre outras manifestações. Em 2018, foram registrados 262 casos de febre amarela silvestre em humanos, com 84 óbitos. Já em 2019, a SES não registrou casos da doença.

 

Telefones úteis