Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
SES distribui 3,4 milhões de camisinhas 22/02/2019 SES distribui 3,4 milhões de camisinhas Ação, que começa na semana anterior ao Carnaval, marca o início da campanha “Com camisinha, tá protegido”, que reforça o uso de preservativos contra infecções sexualmente transmissíveis

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) inicia nesta semana a campanha “Com camisinha, tá protegido”, que prevê a distribuição de 3,4 milhões de preservativos no estado do Rio além de publicidade em mídias eletrônicas em transporte público com o objetivo de conscientizar a população.

Além de estarem disponíveis em postos de saúde, as camisinhas serão distribuídas gratuitamente em diversos pontos de grande circulação, como blocos carnavalescos, arredores da Sapucaí, terminais rodoviários, entre outros.

A ação, que acontece em parceria com o Ministério da Saúde, passou nos últimos dias por locais como Mercadão de Madureira, Terminal BRT Alvorada, Rodoviária do Rio, Praça XV e Central do Brasil. O objetivo é incentivar a população a se prevenir contra várias doenças, como HIV/AIDS, a sífilis e as hepatites virais (B e C).

Para o secretário de estado de Saúde, Edmar Santos, a campanha tem um perfil educativo e permitirá que os preservativos cheguem ao alcance da população.

- Nosso propósito é fazer um alerta, destacando que o uso do preservativo é sempre a melhor opção de proteção contra as doenças. A campanha também mostra os cuidados necessários para evitar as infecções sexualmente transmissíveis – alerta o secretário.

De acordo com a Gerência Estadual de IST, Aids e Hepatites Virais da Secretaria de Estado de Saúde, foram notificados, entre 2007 e 2018, cerca de 24 mil casos de HIV no Estado do Rio e 81.157 pessoas estão atualmente em tratamento.

IST
A terminologia Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) passou a ser adotada em substituição à expressão Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), porque destaca a possibilidade de uma pessoa ter e transmitir uma infecção, mesmo sem sinais e sintomas.

Quer ver mais conteúdos em Notícias?
Telefones úteis