Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
UNAIDS: mulheres jovens ainda são desproporcionalmente afetadas pelo HIV 25/03/2019 UNAIDS: mulheres jovens ainda são desproporcionalmente afetadas pelo HIV Para mudar isso, segundo o órgão da ONU, é preciso investir em educação inclusiva e de qualidade, em serviços de HIV e saúde sexual e reprodutiva

Segundo o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS), meninas adolescentes e mulheres jovens ainda são afetadas desproporcionalmente pelo HIV. Um milhão de meninas adolescentes vivem com HIV em todo o mundo e, a cada semana, 7 mil meninas adolescentes e mulheres jovens são infectadas pelo vírus.

De acordo com a UNAIDS, a educação abrangente sobre sexualidade é tão limitada que os níveis de conhecimento sobre prevenção do HIV entre os jovens permaneceram inalterados nos últimos 20 anos. Ainda de acordo com o programa da ONU, com frequência as adolescentes permanecem invisíveis para os tomadores de decisão, especialmente se pertencem a grupos discriminados, criminalizados ou estigmatizados. Na prática, isso significa que elas estão muitas vezes sujeitas a violações de direitos humanos, incluindo violência e práticas danosas, e a negação de sua saúde e direitos sexuais e reprodutivos.

Para mudar isso é preciso investir em educação inclusiva e de qualidade, em serviços de HIV e saúde sexual e reprodutiva e em saúde mental é fundamental. Outras ações importantes incluem prevenção e resposta à violência baseada em gênero, promoção dos direitos das mulheres, engajamento de meninos, investimento em organizações juvenis e em iniciativas baseadas na comunidade lideradas por mulheres jovens.

Fonte: ONU

Telefones úteis