Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Setores da Saúde
Subsecretaria de Atenção à Saúde
Atenção Básica
Políticas, Programas e Estratégias
Estratégia e-SUS AB (e-SUS AB)
Atenção Básica
Estratégia e-SUS AB (e-SUS AB)
O e-SUS AB possui dois softwares públicos: coleta de dados simplificada (CDS) e prontuário eletrônico cidadão (PEC)

O Sistema de Informação em Saúde para a Atenção Básica (SISAB) foi instituído a partir da Portaria GM/MS 1.412, de 10 de julho de 2013 com objetivo de qualificar a gestão da informação, atendendo às necessidades de cuidado na Atenção Básica. O e-SUS AB possui dois softwares públicos: coleta de dados simplificada (CDS) e prontuário eletrônico cidadão (PEC).

O registro das informações relativas às ações da Atenção Básica deve ser realizado apenas por meio de prontuário eletrônico do cidadão (PEC), condicionando a isso o repasse de recursos financeiros. Os municípios que não conseguissem concretizar o processo de implantação dentro do prazo estipulado deveriam justificar, respondendo um formulário online no site “Controle e uso do e-SUS AB” até 10 de dezembro de 2016 e iniciar processo de implantação do PEC e-SUS AB. Todos os municípios do estado do Rio de Janeiro responderam ao questionário.

Apoio da Superintendência de Atenção Básica (SAB) aos municípios

Em 2013 foi instituído o Grupo de Trabalho do e-SUS AB do Estado do Rio de Janeiro, composto por representantes desta Superintendência de Atenção Básica (SAB/SUBUS/SES-RJ), do COSEMS-RJ, do DAB/SAS/MS e do DATASUS, que desenvolve diversas estratégias de apoio à implantação do referido sistema aos 92 municípios deste estado. Dentre as estratégias de apoio realizadas ao longo dos últimos três anos destacam-se as capacitações aos gestores e técnicos responsáveis pela informação do e-SUS nos municípios, as visitas técnicas, e as oficinas regionais e centralizadas.

O Grupo de Trabalho do e-SUS AB compreende o PEC e-SUS AB como uma potente ferramenta de planejamento e orientação do processo de trabalho da gestão municipal e das equipes de Saúde da Família. É uma estratégia oportuna para a qualificação das informações em saúde, gestão da clínica, inclusive para a realização do diagnóstico situacional de saúde do território de abrangência por meio das informações sobre a situação sanitária da população e dos indicadores de saúde.

Enquanto mais uma estratégia de apoio à implantação do e-SUS AB nos municípios, o Grupo de Trabalho e-SUS AB organizou nos dias 01 e 02 de dezembro de 2016 a II Oficina e-SUS AB sobre a implantação do Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC) para apresentar a versão 2.1.08 do software, discutir os possíveis cenários de implantação do prontuário e divulgar informes e materiais de apoio, com vistas à superação dos possíveis obstáculos inerentes ao término do quadriênio da gestão municipal.


MATERIAIS DE APOIO
1. e-SUS no Programa Saúde na Escola
Manual orientador de utilização do e-SUS no PSE

Telefones úteis