Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Setores da Saúde
Subsecretaria de Atenção à Saúde
Atenção Básica
Áreas Técnicas
Saúde do Homem
Atenção Básica
Saúde do Homem

A Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH) tem a função de singularizar a atenção ao Homem na Atenção Básica de forma transversal a outras políticas.
Ela é embasada pela Portaria GM /MS 1994 de 2009, que tem como objetivo facilitar o acesso às ações e serviços de saúde para a população masculina de 20 a 59 anos.

A PNAISH busca ampliar o foco programático, saindo do restrito campo da “adesão a programas assistenciais de saúde”, para uma perspectiva mais ampla que privilegie um novo paradigma baseado na atenção integral, valorizando, fundamentalmente, a promoção da saúde e a qualidade de vida, bem como a Educação como importante estratégia para promover mudanças comportamentais indispensáveis à consolidação das ações propostas.
A PNAISH privilegia a Atenção Básica como porta de entrada para a inserção do homem no Sistema de Saúde. Um dispositivo importante para de porta de entrada na Atenção Básica é o pré-natal masculino, quando o homem participa do pré-natal não apenas como acompanhante, mas como ator fundamental, sendo convidado a realizar os exames juntamente com sua parceira.

Nessa perspectiva, as ações do PNAISH ressaltam a importância da reflexão contínua sobre as construções sociais de gênero voltadas à masculinidade, buscando abolir papéis estereotipados que afastam os homens da saúde, do cuidado, do afeto e da construção de relações mais equitativas e humanizadas em suas parcerias sexuais e afetivas.

Para promover a melhoria das condições de saúde da população masculina a PNAISH é desenvolvida a partir de cinco (05) eixos temáticos:
- Acesso e Acolhimento: a proposta é de inclusão, onde os homens possam reconhecer os serviços de saúde como espaço de cuidado masculino.
- Saúde sexual e reprodutiva: saúde e gênero, direitos sexuais e reprodutivos, IST/AIDS e saúde do homem, Atenção à saúde dos homens gays, homens que fazem sexo com homens (HSH), bissexuais, transexuais e travestis.
- Paternidade e Cuidado: Paternidade e Direitos, trabalhar os benefícios do envolvimento ativo dos homens em todas as fases da gestação e nas ações de cuidado com seus(uas) filhos(as), destacando como esta participação pode trazer saúde, bem-estar e fortalecimento de vínculos saudáveis entre crianças, homens e suas(eus) parceiras(os).
- Doenças prevalentes na população masculina: busca fortalecer a assistência básica no cuidado à saúde dos homens, facilitando e garantindo o acesso e a qualidade da atenção nas Doenças Crônicas Não Transmissíveis(DCNT), Agravos do trato urinário e do aparelho reprodutor masculino, Câncer de Pênis, Outros agravos em homens – doenças transmissíveis .
- Prevenção de Violências e Acidentes: visa chamar a atenção para a grave e contundente relação entre a população masculina e as violências (em especial a violência urbana) e acidentes.

No Estado do Rio de Janeiro 06 municípios têm Coordenações de Saúde do Homem ou estão desenvolvendo de alguma forma a PNAISH.

A Área Técnica de Saúde do Homem da SAB/SUBUS/SES é composta de 2 enfermeiros e 1 assistente social, que estão subordinados à Gerência de Saúde da População em Situação de Vulnerabilidade. É responsável pelo apoio à implementação da Política Nacional de Atenção Integral da Saúde do Homem/PNAISH, e tem como objetivo promover a saúde do homem numa perspectiva integral e transversalizada. Com isso reduzir a morbidade e mortalidade do Homem, com enfrentamento racional dos fatores de risco, mediante a facilitação do acesso às ações e aos serviços de assistência integral à saúde.

Com o objetivo de ampliar a implantação da PNAISH no estado do Rio de Janeiro a Área Técnica realiza o apoio a todos os municípios debatendo principalmente, o acesso do homem na rede de atenção à saúde com a utilização de estratégias como a extensão do horário de atendimento de algumas Unidades Básica; o Pré-Natal Masculino; grupos de conversa; inserção na Academia da Saúde, entre outros.


LEGISLAÇÃO

PORTARIA Nº 1.944, DE 27 DE AGOSTO DE 2009 - Institui no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem.


CONTATOS

Gerência de Saúde da População em Situação de Vulnerabilidade
Agleildes Arichele Leal de Queiros - arichele.queiros@saude.rj.gov.br

Área Técnica de Saúde do Homem
Luigi D’Andrea - luigiandrea74@gmail.com

Telefones úteis