Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Setores da Saúde
Vigilância em Saúde
Vigilância Sanitária
Segurança do Paciente
Farmacovigilância
Vigilância Sanitária
Farmacovigilância

Farmacovigilância consiste da ciência e das atividades relativas à detecção, avaliação, compreensão e prevenção de efeitos adversos ou quaisquer outros possíveis problemas relacionados a medicamentos.

Os medicamentos são submetidos a uma avaliação rigorosa de eficácia, qualidade e segurança, antes de serem registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Entretanto, algumas reações adversas a medicamentos (RAM), muitas vezes raras e graves, só são observadas após o uso do medicamento por uma grande quantidade de indivíduos ou por um longo período de tempo.

Daí a importância de uma efetiva vigilância pós-comercialização dos medicamentos. Assim, a Farmacovigilância é o trabalho de acompanhamento do desempenho dos medicamentos que já estão no mercado, protegendo as populações de danos causados por produtos comercializados, por meio da identificação precoce do risco e intervenção oportuna.

Entre as atividades da Farmacovigilância, destaca-se a análise das notificações espontâneas de RAM feitas por diferentes usuários desses produtos, como os pacientes e ou os profissionais de saúde, com intuito de prevenir, eliminar ou, pelo menos, minimizar riscos de danos à saúde. A notificação espontânea é portanto uma parte essencial da farmacovigilância.

Além das reações adversas a medicamentos, são questões relevantes para a farmacovigilância: desvios da qualidade de produtos farmacêuticos; erros de administração de medicamento; notificações de perda da eficácia; uso de fármacos para indicações não aprovadas, que não possuem base científica adequada; notificação de casos de intoxicação aguda ou crônica por produtos farmacêuticos; avaliação de mortalidade; abuso e uso errôneo de produtos; interações, com efeitos adversos, de fármacos com substâncias químicas, outros fármacos e alimentos.

No Estado do Rio de Janeiro, a Unidade de Farmacovigilância (UNIFARJ) é responsável pela articulação local das ações de Farmacovigilância em sintonia com a ANVISA. A UNIFARJ é setor integrante da Superintendência de Vigilância Sanitária –(SUVISA) - da Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ).


NOTIFIQUE ONLINE UM EVENTO ADVERSO COM MEDICAMENTO:

- NOTIVISA (Sistema Nacional de Notificação de Eventos Adversos).


Você também pode se interessar por:

PUBLICAÇÕES EM FARMACOVIGILÂNCIA

- ANVISA - Farmacovigilância

Telefones úteis