Fechar rede
Siga-nos
Governo do Estado do Rio de Janeiro
Menu
Home Busca Menu Redes
Sexualidade: descobrir, experimentar e viver 25/01/2017 Sexualidade: descobrir, experimentar e viver Rola o primeiro beijo, a primeira ficada, a primeira paixão... Quem sabe rola um namoro também? E aí, natural que role também sexo pela primeira vez

Sentimentos, desejos, afetividade, prazer. Sexualidade costuma ser associada apenas a sexo, mas envolve tudo isso. É algo que começa a se desenvolver no nascimento e que segue fazendo parte de todos os momentos da vida. Mas talvez só agora você esteja pensando, se interessando ou percebendo com mais atenção sua sexualidade. Normal que isso seja mais intenso na adolescência, quando rola o interesse e a experiência nos relacionamentos, tanto afetivos quanto sexuais. Normal também que isso inclua a descoberta do corpo, o toque nele em busca de sensações de prazer. Normal e supersaudável essa descoberta por meio da masturbação! Afinal, para vivenciar bem a sexualidade é preciso se sentir bem com você mesmo.

Conhecer a si mesmo, conhecer outras pessoas...

Rola o primeiro beijo, a primeira ficada, a primeira paixão... Quem sabe rola um namoro também? E aí, natural que role também sexo pela primeira vez. Rolou? Foi bom? Para que seja bom, e também seguro e prazeroso, o sexo tem que acontecer quando você se sentir preparada ou preparado, quando achar que é a hora. A percepção deste momento e a escolha são suas! Respeite seu próprio ritmo e não se deixe levar pelas pressões dos outros.

Vai rolar e ser bom se for no seu momento. Além disso, se respeitando você estará cuidando da sua saúde física e emocional e se preparando para assumir as responsabilidades e consequências que fazem parte da sua escolha. Isso inclui, por exemplo, a prevenção de uma gravidez não planejada e de doenças como as sexualmente transmissíveis, as chamadas DSTs.

Gravidez não planejada

Nas adolescentes, a gravidez pode acontecer até mesmo antes de vir a primeira menstruação. Como mesmo antes de menstruar existem ovulações, sexo sem proteção pode significar gravidez. Já os meninos podem engravidar sua parceira a partir da primeira ejaculação. Falamos dos meninos porque está totalmente enganado quem pensa que, por ser a menina que engravida, a responsabilidade é só dela. A responsabilidade é das garotas e dos garotos! Por isso, é importante saber como prevenir uma gravidez planejada – leia mais aqui http://www.saude.rj.gov.br/gravidez-na-adolescencia/metodos-contraceptivos.

Mas e se mesmo assim acontecer uma gravidez? Antes de mais nada, calma. Se houver a suspeita de que você ou sua parceira está grávida o primeiro passo é procurar uma unidade de saúde para realizar um teste. Caso o resultado dê positivo, não demore a contar para a família ou para um adulto de sua confiança. Aqui, vale um recado para os meninos: apoie sua parceira de todas as formas possíveis! E assuma, com ela, as responsabilidades que estão por vir!

Telefones úteis